Carta de Despedida parte 2

Por: Bruno Gomes

Não sou aquela,
Que eu queria ser.
Não adianta explicar,
Ninguém é capaz de entender….

Quem eu queria ser está perdida,
Sequer posso lembrar na verdade.
Em busca dela fui,
Até perto da insanidade!

Respiro minha essência ,
Mas não sei qual cheiro minha alma exala .
Tento saber quem sou,
Mas a muito, o meu eu não fala nada.
Provo o veneno diariamente,
Mas do meu ego não sinto sabor,
Até tento pintar meus dias,
Mas ainda sim, eles permanecem incolor.

Escuto meus pensamentos ,
Mas não entendo ma só palavra.
Parece que cada a cada som ,
Uma língua estranha é falada.
Já nem sei que ritmo,
Seguem as batidas do meu coração.
Sigo cega, surda e muda,
Nesse mundo buscando uma razão.

Sobrevivo dentro de mim,
Mas me sinto sozinha na multidão.
Todos querem que eu explique,
Coisas que simplesmente não tem explicação.

Vem como uma enchente,
Sensações, medo, alegria…
Tudo transborda,
Assim sou eu impulsiva!

Complexidade pra mim,
É abrir os olhos todos os dias,
Percebendo que quanto mais me encontro,
Cada vez mais me sinto perdida!

Buscar um sentido para o sentido,
É o que eu estou sentindo.
Sentindo que por mais que aposte no certo,
Acabo no erro persistindo…

Essa é a forma que achei de contar,Minhas loucas ideias em forma de prosa,
Novamente Prazer,
Bruna Bueno da Rosa!

Sobre a música:

Letra baseada em uma carta real, deixada por uma amiga muito querida, a Bruna Bueno da Rosa é uma pessoa real, que chegou ao limite e desistiu…

Não podia dar um fim em casa, afinal morava com sua filha de 11 anos. Saiu de casa e sumiu, nós amigos e familiares procuramos durante 2 dias. Ela foi encontrada em uma cidade do interior, muito distante de Curitiba, cidade onde moramos. Seu objetivo inicial era encontrar em algum momento a oportunidade de acabar com aquela dor. Ela vagou durante quase 2 dias, nem sabe como chegou lá.

Hoje Bruna, tem 29 anos, mora na região metropolitana. Encontrou na profissão que ama, a tatuagem, o amor da sua vida seu marido Kaio. A vida lhe abençoou com um filho, o pequeno Pedro. Mas não foi facil, várias complicações na gravidez, nasceu prematuro de apenas 6 meses, mau podia respirar…. mas hoje, está próximo de completar 1 ano de vida.

Por mais que esteja difícil, a vida não da obstáculos maiores que sua força, mesmo que você não saiba e se sinta incapaz, você é forte.

Certa vez alguém disse que “assim como uma espada é forjada no fogo, as pessoas também são!”. E não só espadas, tudo na vida é um processo, nunca é fácil ou bonito. Nada acontece por acaso, em tudo tem um objetivo por mais que a gente não entenda, cada passo, cada decisão por minina que seja, nos tornaram quem somos hoje.

Antes do dia amanhecer, a noite é mais escura.

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s